Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Come along with me...

Come along with me...

Sobre a Jordânia.

Maio 08, 2018

Marta Cântara

Reino Haxemita da Jordânia.

Médio Oriente.

Oásis de paz.

Monumento vivo de história.

Devemos adiantar o relógio duas horas.

Devemos trocar Euros por Dinars e não sendo fluente em Árabe, conseguimos comunicar bem com o Inglês.

A melhor altura para ir: Abril.

 

bandeira da Jordânia

 

Já foi reino de Amonitas, Amorreus, Coabitas, Edomitas e dos Nabateus. Foi ocupado por Egípcios, Assírios, Persas, Gregos, Romanos, Árabes, Cruzados e Turcos-Otomanos. É um país recente, tornou-se independente apenas após a II Guerra Mundial. A população, 9,5 milhões, é maioritariamente muçulmana mas muito tolerante em relação a outras religiões.

A capital, Amã é frenética. Imenso transito e muita agitação. É a base ideal para visitar o restante país. Tanto para ver: descobrir a incontornável cidade rosa de Petra, boiar no Mar Morto, o local mais baixo à superfície da Terra, subir ao Monte Nebo onde Moisés avistou pela primeira vez a Terra Prometida, conhecer o Rio Jordão, o local onde Jesus foi batizado por João Batista, visitar os castelos do deserto e as fortalezas dos cruzados, descobrir o mais antigo mapa da Terra Santa em Madaba, explorar o deserto mágico de Wadi Rum, fotografar as ruínas romanas de Jerash, mergulhar nas águas coloridas do Mar Vermelho em Aqaba.

 

 

O nosso Top 6 a visitar:

 

1 - Amã

É uma cidade com 5 mil anos de história, assente em colinas entre o deserto e o fértil vale do rio Jordão. Vale a pena visitar a Mesquita El-Malek Abdullah, o Teatro Romano, a Cidadela, o Museu Arqueológico. Vale a pena fazer compras na baixa da cidade, jantar num qualquer restaurante, fumar shisha num qualquer café.

 

2 - Petra 

Apesar de esquecida na História durante quase 1200 anos, foi redescoberta em 1812 por um explorador suiço e é hoje um monumento de visita obrigatória. Na cidade dos Nabateus podemos visitar o Siq, o famoso Tesouro Al-Khazneh, o centro da cidade, a necrópole, um grandioso anfiteatro romano, os túmulos reais, o pátio sagrado, as ruínas do Grande Templo e com um esforço extra, o altar do sacrifício Al-Madbah e o mosteiro Al-Deir. É Património da Humanidade da UNESCO e uma das 7 Novas Maravilhas.

 

3 - Mar Morto

O mar Morto é um sítio único por ser o ponto mais baixo do Planeta, com uma altitude negativa de 408 metros. É um grande mar salgado onde conseguimos flutuar e relaxar naturalmente. Recomendamos um banho de lama.

 

4 - Jerash

As ruínas desta cidade, deveras importante outrora com mais de 20000 habitantes, encontram-se extremamente bem conservadas e são fascinantes.

 

5 - Wadi Rum 

Considerado de Património Mundial, neste deserto abunda o sol, a areia, o silêncio e uma imensidão única, pintada em belos tons amarelados, dourados, alaranjados, avermelhados. Recomendamos um passeio de camelo ou de jipe para apreciar o por do sol.

 

6 - Aqaba

Águas cristalinas, longos recifes de coral, praias de areia fina e temperaturas amenas. Recomendamos snorkelling ou um passeio num barco de fundo de vidro.

 

 

Amã ruínas em PetraMar Morto   

ruínas de Jerash

deserto de Wadi Rum

Aqaba

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D